“A canela de velho é poderosa no tratamento da artrite reumatoide”! conheça a verdade que você provavelmente não sabia.

“A canela de velho é poderosa no tratamento da artrite reumatoide”! conheça a verdade que você provavelmente não sabia.
canela de velho e artrite reumatoide

Sou a fisioterapeuta Iracema e na matéria de hoje eu vou explicar tudo o que você precisa saber sobre artrite reumatoide e como a canela de velho pode mudar a vida de quem passa por isso.

Vamos lá!

O que você precisa saber

Antes de mais nada guarde uma informação na sua mente. Nada que acontece no nosso corpo é por acaso!

Por que eu estou falando isso? Bom, a princípio porque a maioria das pessoas pensa que quando ficam doentes isso é um fator isolado.

Mas como fisioterapeuta e pesquisadora eu posso garantir que não é bem assim que as coisas funcionam. Eu vou te fazer entender por que mais adiante.

O que é artrite reumatoide

Idoso segurando o pulso com dor nas juntas por causa da artrite.

Muito bem. Dito isto posso começar a te explicar sobre esse pequeno universo.

A artrite reumatoide é uma doença autoimune. Isso significa que temos um problema com o sistema imunológico do nosso corpo.

Para te explicar de um jeito simples podemos pensar assim:

Nosso corpo é protegido por um batalhão de soldadinhos que expulsam tudo aquilo que pode nos fazer mal quando entra no nosso organismo. Como por exemplo o vírus da gripe.

Esses soldadinhos representam, nessa minha ilustração, o nosso sistema imunológico.

Agora, o que acontece no caso da artrite reumatoide é que esses soldadinhos que deveriam estar protegendo começam a atacar o seu corpo.

Porém durante um quadro de artrite esse ataque se dá diretamente nas juntas.

Quando esse ataque começa nos intestinos, damos o nome de colite ulcerativa ou doença de Crohn. Quando acontece nos nervos (na bainha de mielina) damos o nome de esclerose múltipla.

Durante o ataque sofrido pelo corpo as membranas das juntas e a bainha que alinha os tendões são prejudicados causando inflamações constantes que, com o tempo, se tornam crônicas.

Outra característica dessa doença é o aparecimento de nódulos reumatoides. Eles são como caroços que ficam perto das juntas e nos órgãos afetados.

Isso mesmo, a artrite reumatoide pode atingir órgãos. Isso porque ela é uma doença crônica sistêmica.

Doenças crônicas sistêmicas são as que atingem várias juntas (articulações) e até alguns órgãos. Os principais órgãos danificados nesse caso são coração e o pulmão.

Porque acontece

Ainda não se sabe exatamente o que causa a artrite reumatoide, porém, alguns fatos podem desenvolver a doença. Alguns deles são:

  • A predisposição genética: Se algum familiar seu tiver a doença você tem mais chances de desenvolvê-la;
  • Fatores ambientais: Como a infecção por vírus;
  • Os seus níveis de estresse: quanto mais estressado você estiver, maior é sua chance de contrair a doença;
  • E o fumo.

Quem está na zona de risco?

Essa doença atinge duas vezes mais as mulheres do que os homens. Geralmente são pessoas com idade entre 40 e 70 anos nos dois sexos.

Entretanto pessoas jovens, adolescentes para ser exata, também podem desenvolver artrite na faixa dos 16 anos. Nesse grupo de risco a inflamação atinge menos articulações.

Sintomas da artrite reumatoide

A artrite pode começar repentinamente. Porém antes de virem as dores, o corpo lança alguns sinais.

Você pode sentir cansaço e mal-estar no período da tarde. Uma fadiga sem uma causa aparente. Febre baixa pode ir e vir com frequência e desaparecer sem explicação.

Geralmente depois desse estágio é comum experimentar rigidez nas juntas (articulações) logo pela manhã.

As fases mais agravadas antes do ponto alto da dor são inchaço (edema), vermelhidão e aquecimento localizados. Esse aumento de temperatura nas áreas afetadas é comum em casos de inflamação como a artrite.

As juntas (articulações) mais afetadas são:

  • As dos punhos e dos dedos médio e indicador;
  • Juntas dos dedos que ficam mais perto do punho;
  • Dos dedos dos pés;
  • Dos ombros;
  • Dos cotovelos;
  • Dos quadris;
  • Dos joelhos;
  • E dos tornozelos.

Como diagnosticar a artrite reumatoide

O especialista em artrite seria o reumatologista. Em um caso como esse ele irá pedir alguns exames para confirmar se você realmente tem a doença.

Esses exames são:

  • De sangue para ver se o fator reumatoide está presente nele. Esse fator é um anticorpo (é um defensor do corpo) que se está presente no sangue causa inflamação nas articulações;
  • Teste de anticorpos antinucleares que se apresentam em grande quantidade no sangue comprovando que existe uma doença autoimune;
  • Exame para verificar os níveis de proteína C-reativa que demostra a intensidade da inflamação;
  • Raio X das juntas para confirmar a artrose;
  • Tomografia computadorizada para avaliar a amplitude da inflamação nas juntas.

O tratamento para artrite reumatoide

Geralmente, depois de te fazer passar pelos exames que eu comentei, o reumatologista vai te prescrever anti-inflamatórios, injeções a base de corticoides e imunossupressores. Cada um desses remédios tem uma função isolada que vai tratar os seus sintomas.

Mas essa seria a linha de tratamento que, na maioria das vezes, vai apenas te dar períodos de alívio. Mas eu sei que

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

você pode viver melhor do que isso. Essa é a maravilha de ser uma pesquisadora.

É maravilhoso descobrir os deslumbres da ciência! Muita gente pensa que as repostas da ciência estão a milhas de distância, que não são acessíveis.

Porém por muitas vezes a resposta para nossas perguntas, por mais complicadas que sejam, vai estar bem a nossa frente.

Os melhores tratamentos – Doutor Strand

Eu já comentei aqui mesmo no blog sobre o Dr, Strand que é autor do livro com o título mais provocativo que você provavelmente já viu.

“O que seu médico não sabe que pode estar matando você” – Que título incrível!

Parece muito, mas o doutor Dr. Strand faz o trabalho de dar a devida importância ao que a maioria de nós ignora. Esse pode ser um jeito simples de resolver grandes problemas.

Falando especialmente da artrite o doutor comenta que ainda durante a sua faculdade de medicina, ele aprendeu que as doenças autoimunes começam por causa de um sistema imunológico “superativo”.

Isso significa que o que dá start na artrite é um sistema imunológico que ataca o corpo ao invés de defendê-lo. Nesse caso, que ataca as juntas ao invés de protegê-las.

O Dr. Strand acredita que o que acontece é que na verdade o sistema imunológico não está superativo e sim “confuso”. E essa confusão acontece por causa do estresse oxidativo.

Há algumas matérias atrás eu e a equipe de criação fizemos uma arte para explicar o estresse oxidativo, clique aqui para dar uma lida e você também pode ver a animação!

Além disso o doutro explica que os pacientes com doenças autoimunes como a artrite possuem níveis muitos baixos de antioxidantes.

Entre outras coisas os antioxidantes reforçam o batalhão de defesa do corpo e equilibram esse sistema, controlando as inflamações.

O método Myers

Outro livro bem interessante é o da Dr. Amy Myers que também sofria de uma doença autoimune que afeta a tiroide, a doença de Graves.

Como ela não conseguia melhorar com a medicina tradicional ela iniciou pesquisas que fizeram com que ela descobrisse o “método Myers”.

Esse método consiste em um esforço para curar os intestinos. Porque afinal, 80% das defesas do nosso corpo estão nos intestinos. Aposto que você não sabia disso, não é?

Tanto o doutor Strand quanto a doutora Myers tem um firme entendimento de que uma alimentação saudável e balanceada pode mudar quadros de saúde desafiadores.

Com a alimentação e o estresse controlados você já garante muito para o seu futuro.

Canela de velho

Ainda durante minhas buscas por soluções para esse problema eu me deparei com essa planta que é simplesmente uma potência.

Lembra quando eu comentei aqui em cima que muitas vezes, a reposta que procuramos, pode estar bem na nossa frente? Esse é exatamente o caso da canela de velho.

Muita gente já deve ter ouvido algum parente mais velho indicar um chá de canela de velho para as mais diversas mazelas.

O que descobri nas minhas pesquisas foi que essa planta é mais do que eficaz para tratar dor e inflamação. E essa afirmação está apoiada em vários trabalhos científicos.

O nome científico dessa planta é Miconia albicans, existem mais de 1000 espécies, sendo que 250 delas a gente consegue encontrar aqui no Brasil.

É legal que você conheça o nome científico porque os nomes que damos para ela podem variar, no Norte pro exemplo existem regiões em que a canela de velho é conhecida como “carrasco”.

Os grandes benefícios da canela de velho são fruto das substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias e analgésicas que ela possui, essas substâncias têm grande poder no alívio da dor.

Entre as muitas pesquisas realizadas nesse campo, vale a pena destacar a que as farmacêuticas Izabelly Santos e Luzi Couto fizeram.

Nela elas confirmam o potente efeito antioxidante que essa planta possui, além disso mostram outros benefícios como:

  • Analgésico; alívio da dor
  • Anti-inflamatório
  • Efeito protetor ao DNA (o DNA guarda toda a genética do ser vivo dentro da célula, um arquivo).

Dica da Fisio

Quando estudei a anatomia e a fisiologia humana na universidade entendi que o nosso corpo é perfeito porque, entre trancos e barrancos, tudo funciona em harmonia, como em uma sinfonia.

Para conseguir um som com harmonia todos os instrumentos precisam estar muito bem afinados. Se apenas um instrumento estiver desafinado, você vai ter uma cacofonia.

Acredito que as doenças, sejam elas autoimunes ou não, estão ligadas a uma desordem.

E ainda mais nesse caso, quando o sistema que deveria defender começa a atacar o corpo. Sem dúvida há um desequilíbrio ainda maior.

Buscar o equilíbrio pode trazer uma remissão por tempo indeterminado, mas para isso exige dedicação e muito autocuidado da sua parte.

Para que sua saúde seja forte você tem que investir cuidado nela. É uma troca, um pouco de cuidado para ter mais saúde.

Invista na saúde e não na doença

O primeiro passo que você pode dar em direção a saúde é o da alimentação. Opte por uma alimentação rica em antioxidantes!

Fazer isso pode mudar até a sua energia para fazer suas atividades do dia a dia.

Veja só alguns alimentos antioxidantes que você provavelmente não conhecia:

  • Açafrão (cúrcuma)
  • Aveia
  • Azeite de oliva
  • Frutas vermelhas
  • Melão

Esses são só alguns deles. O bacana mesmo é conversar com uma nutricionista, assim você constrói com ela uma dieta para deixar seu corpo blindado.

Além de todas essas soluções maravilhosas, fiz uma lista com 5 exercícios fisioterápicos para que você alongue as juntas em apenas 8 minutos!

  1. Coxa

Sente-se em uma cadeira – Estique a perna para a frente tocando com o calcanhar no chão– Incline o corpo para frente também – Conte até trinta – Repita o movimento trocando a perna

  1. Perna

Se apoie em uma parede – Mantenha uma das pernas firme no chão  e reta com o tronco – eleve a outra perna lateralmente até que seu pé alcance a altura do bumbum  –  repita esse movimento 10 vezes e depois faça o mesmo exercício com a outra perna.

  1. Panturrilha

Apoie-se no encosto de uma cadeira – levante os calcanhares e fique apoiado na ponta dos dedos dos pés – conte 60 segundos – repita esse movimento três vezes.

  1. Punhos I

Estenda o braço para frente – flexione o punho para baixo e com a outra mão force para alongar. Segure por 30 segundos e alterne para o outro braço.

Mulher sentada em uma cadeira fazendo alongamento para o pulso com a palma da mão virada para dentro.
  1. Punhos II

Mantenha o braço estendido, flexione o punho para cima e com a outra mão force para alongar. Segure por 30 segundos e alterne para o outro braço.

alongamento de pulso com a palma da mão virada para o lado contrário ao corpo

Para terminar

Não somos separados da natureza, fazemos parte dela e através dela podemos encontrar o equilíbrio para nosso corpo.

É importante ter uma conversa com o médico. Fale com ele sobre tratamentos naturais, que são eficazes e sem efeitos colaterais, ou seja, aliviam os sintomas nas articulações sem agredir o fígado, os rins ou outros órgãos.

Como diz o Dr. Lair Ribeiro, a informação não é mais monopolizada, graças a tecnologia agora ela é democrática. Pesquise e compartilhe a informação com seu médico e também com quem você ama.

Afinal é o seu corpo, sua saúde e sua vida que estão em jogo. Por isso cuide-se com carinho.

Envie para mim suas dúvidas eu vou adorar responder!

Paulo-Santos
Dra. Iracema Barbosa

Muito prazer sou a dra. Iracema, fisioterapeuta especializada em gerontologia.
Acredito que o futuro é construído no presente e o nosso futuro vai chegar através do conhecimento aplicado para melhorar a qualidade de vida.
Amo cuidar das pessoas mas meu sonho é ir além do cuidado e te ensinar como se prevenir para viver uma vida saudável e feliz!