Aprenda a lidar com 3 grandes emergências diabéticas

Aprenda a lidar com 3 grandes emergências diabéticas

Será que você diabético está pronto para lidar com emergências diabéticas

De acordo com esse estudo americano, uma dessas emerências é também uma as principais causas de morte entre diabéticos:

Estudo sobre morte entre diabéticos

E mais:

Hoje, você pode chegar perder até 10 anos de vida só por ter diabetes …

Mas existe uma grande parte de diabéticos que nem sabe que vive com a doença…

Metade dos diabéticos no Brasil não sabe que tem a doença, segundo Oswaldo Cruz.

 Por isso escrevi aqui, as recomendações exatas da ciência para as seguintes emergências diabéticas:

  • Hipoglicemia
  • Cetoacidose
  • E coma hiperosmolar

Então leia essa matéria até o final!

O que causa as emergências diabéticas?

A maioria das emergências diabéticas são causadas pelos picos de glicose no sangue.

Sim:

E isso pode acontecer tanto nos casos de glicose muito alta, quanto nos casos de glicose muito baixa. 

Nas minhas pesquisas eu descobri que essas emergências que causam mortes, podem ser evitadas com as táticas corretas!

Então veja o que você pode fazer caso se ache nessa situação.

Vamos lá: 

Emergências diabéticas: hipoglicemia!

O médicos consideram hipoglicemia quando sua glicose está marcando 60mg/dl.

Só que aí é que está o pulo do gato:

É comum ver pessoas que nos 70mg/dl já começam a sentir os sintomas!

Os sintomas de hipoglicemia podem ser: 

  • Palpitações 
  • Sudorese 
  • Ansiedade 
  • Pensamento confuso 

O que causa hipoglicemia?

O diabético tipo 2 fica hipoglicêmico principalmente por causa das medicações que ele toma para abaixar a glicose.  

Uma vez que você começa a tomar esse tipo de medicação, é preciso ter uma alimentação excelente!

Sim! Porque se você come menos por algum motivo, é quase certeza de que você vai ter queda no açúcar.

O mais perigosos é o combo hipoglicemiantes + insulina.

Pois é, muitas vezes o que acontece é o seguinte:

Você está usando esses dois e percebe o açúcar alto no sangue, nessa hora acontece o desesperado e você acaba tomando mais doses de insulina do que o normal…

Isso junto com a medicação pode causar a queda drástica da glicose

Mais para a frente eu vou te ensinar porque você não precisa passar por isso, tudo bem? 

Mas, o que fazer? Conheça a regra 15/15

regra dos 15/15 para hipoglicemia.

Siga a regra 15/15, ela foi criada pela Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA: 

Passo 1 – Coma 15 gramas de carboidratos e aguarde 15 minutos.

Existe uma listinha de alimentos que contém 15 gramas de carboidratos, são eles: 

  • 3 comprimidos de glicose 
  • Meia xícara de suco de frutas ou refrigerante comum 
  • Um copo de leite 
  • 6 ou 7 balas 
  • 2 colheres de sopa de passas 
  • 1 colher de sopa de açúcar 

Passo 2 – Depois de comer algum desses alimentos, aguarde cerca de 15 minutos para que o açúcar entre no sangue.  

Passo 3 – Se você não se sentir melhor em 15 minutos, coma mais 15 gramas de carboidratos.  

*Você deve verificar seu açúcar para garantir que esteja dentro de uma faixa segura. 

Veja o Vegetal Verde que piora a diabetes, clicando aqui.

Emergências diabéticas: cetoacidose 

É como eu te disse, a maioria das emergências diabéticas acontecem por um pico de glicose, seja “para cima ou para baixo”. 

A cetoacidose é uma emergência causada pela glicose muito alta, ela acontece assim: 

  1. O níveis de insulina no corpo ficam assustadoramente baixos.
  2. Por falta de insulina os níveis de glicose no sangue ficam assustadoramente altos.
  3. Seu corpo começa a jogar a glicose fora pelo xixi, o que te desidrata.
  4. Então seu corpo começa a quebrar os estoque de gordura armazenada no corpo em busca de energia (principalmente porque o cérebro precisa de açúcar para trabalhar.
  5. Isso faz com que o corpo produza ácidos chamados cetonas.
  6. Com o aumento das cetonas o corpo para de conseguir lidar com elas.
  7. Como resultado, as cetonas se acumulam na corrente sanguínea, tornando o sangue ácido.
  8. E quando eu digo ácido, quero dizer que o sangue fica tóxico mesmo. Infelizmente, a cetoacidose pode matar.
folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

O que causa a cetoacidose?

A glicose alta com frequência pode causar cetoacidose uma hora ou outra. Então preste bastante atenção aos sintomas:

  • Aumento da sede 
  • Micção frequente (vontade de fazer xixi a todo momento)
  • Respiração rápida 
  • Náusea e vômito 
  • Fadiga
  • Dor abdominal 
  • Hálito com cheiro de fruta podre, ou fruta cítrica 

Mas, o que fazer? 

Em um caso de cetoacidose você deve ir ao hospital ou levar a pessoa que está com os sintomas para o hospital imediatamente!

Assim que algum médico ou enfermeiro vier falar com você, diga que é diabético.

Houveram casos em que pelos sintomas a equipe hospitalar pensou que o paciente era alcoólatra, e nesse caso eles injetam glicose, o que é fatal.

Emergências diabéticas: coma hiperosmolar

Homem branco em coma diabético.

Esse é um tipo de coma que acontece quando os níveis de glicose no sangue sobem muito (acima de 800mg/dl). Esse nível é tão alto de glicose que causa uma grave desidratação, confusão ou coma

Essa é uma condição bem rara, um caso para as UTIs

o que causa o coma hiperosmolar?

Para chegar em níveis de glicose tão altos, é muito provável que o paciente esteja com a hidratação do corpo muito prejudicada. 

Mas, o que fazer? 

Segundo o Harvard Medical School (Escola Médica Harvard) a primeira coisa a fazer nesse caso é beber muita água, o quanto antes e ao mesmo tempo se dirigir para a emergência.

Essas situações são bastante extremas.

Existem muitas coisas que se pode fazer antes de estar de cara com uma delas.

Então me questiono…

Vale a pena o risco? 

Eu e minha equipe somos pesquisadores especializados em diabetes.

Nós descobrimos que não é preciso chegar nesses níveis tão graves quando se tem diabetes. 

Mas a dificuldade é que os diabéticos não são informados como deveriam…

É por isso que essa médica está sendo perseguida depois de encontrar um método revolucionário e natural para a diabetes.

Para conhecer a história dela, é só clicar no botão abaixo:

Bibliografia

  • https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/6773828/#:~:text=Abstract,coma%20and%204%20lactic%20acidosis.
  • https://centrodeobesidadeediabetes.org.br/noticias/metade-dos-diabeticos-no-brasil-nao-sabe-que-tem-doenca/#:~:text=%E2%80%9CO%20diabetes%20%C3%A9%20uma%20doen%C3%A7a,sintomas%E2%80%9D%2C%20explica%20a%20m%C3%A9dica.&text=O%20Brasil%20tem%20cerca%20de,diab%C3%A9ticos%20em%20at%C3%A9%20cinco%20anos.
  • Harvard Medical School
Paulo-Santos
Sobre o Autor

Sou a Estrella! Geminiana e fruto dos anos noventa. Formada em design gráfico pela FMU e aspirante a gestora de conteúdo.
Minha paixão por pesquisa científica sempre foi gigante e como comunicadora tornar o blá blá blá em informação acessível foi uma das muitas coisas que aprendi durante minha carreira. Sendo filha e irmã de profissionais da saúde o bem-estar é tema constante e que aplico no meu dia a dia.