Metformina: efeitos colaterais x alternativas naturais!

Metformina: efeitos colaterais x alternativas naturais!

Se você é diabético, provavelmente faz uso de algum medicamento para te ajudar a controlar a glicemia. Principalmente a metformina.

Hoje vamos do medicamento que os médicos prescrevem para quase 120 milhões de pessoas em todo o mundo.

Para você ter uma noção desse número, é como quase toda a população do Japão usasse esse medicamento! O japão tem aproximadamente 126.320.000 de habitantes.

população do japão usa metformina

Um droga tão famosa! Mas será mesmo que essa é a melhor opção?

O que é metformina?

metformina

A metformina ou cloridrato de metformina é um medicamento que vem em formato de comprimido, muito utilizado para o controle glicêmico em pessoas com diabetes, principalmente diabetes tipo 2 e as suas ações foram descobertas lá no ano de 1950.

Esse remédio age nas seguintes funções:

  1. Redução da produção de glicose pelo fígado
  2. Aumento da sensibilidade á insulina
  3. Diminuição da absorção de glicose no sistema digestivo

Além do principal efeito que é na sua função de hipoglicemiante, ou seja, de te ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue.

As maiores defesas em relação ao fato de que a metformina ajuda no perda de peso.

Mas será que isso é verdade mesmo? Vamos entender.

Será que a metformina ajuda a perder peso?

barriga-grande-metformina

Primeiramente eu quero começar te falando que a metformina não é um medicamento termogênico, ou seja, ela não vai acelerar o seu metabolismo.

Um engano que a maioria comete!

Mas é fato que algumas pessoas com diabetes relatam o emagrecimento e o mecanismo desse processo ainda não é muito claro, mas o que sabemos é que esse medicamento age de forma complementar na diminuição do apetite, se o apetite diminui, normalmente a quantidade de alimento ingerida também diminui e o peso também como consequência.

Além disso o remédio pode também dar a sensação de plenitude gástrica.

Plenitude gástrica é quando você se sente satisfeito e sendo assim, a pessoa acaba comendo menos.

A metformina também pode atuar modificando a maneira como o seu corpo utiliza a gordura e isso pode ser muito bem observado em pessoas que praticam atividade física, em que existe o estímulo de gasto de gordura.

Contudo é bem importante eu salientar que esse não é um medicamento para emagrecer e sim para controlar os níveis de açúcar.

Tudo isso que eu estou te contando são outros efeitos desse remédio no seu metabolismo e mesmo a perda de peso não é tão expressiva.

Por exemplo, a pessoa provavelmente não irá emagrecer 30 Kg fazendo uso desse medicamento e sim algo em torno de 2 – 4 Kg em um período longo, não é algo rápido e só vai durar enquanto você toma o medicamento.

Possivelmente, essa diminuição do peso está mais ligada ao estilo de vida do que ao medicamento em si.

Normalmente, depois de se descobrir diabético, a pessoa se torna mais consciente das mudanças que precisa fazer na rotina, começa a se alimentar melhor, fazer atividade física e isso por si só já colabora para a perda de peso.

Então não olhe a metformina como opção para o seu emagrecimento, é um remédio!

Se emagrecer é um dos seus objetivos ou até necessidade, tudo bem! Então faça as mudanças que precisa fazer, mas não foque suas expectativas em um medicamento.

Tomar remédio é algo bastante sério e deve ser encarado como tal, com indicação médica, cuidados e quando realmente precisa.

Outros efeitos colaterais da metformina

vomito-efeito-colateral-metformina

Além do que eu te falei acima, a metformina pode ter outros efeitos colaterais além do emagrecimento, como:

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Dor/incômodo na barriga
  • Diminuição do apetite (como eu já te expliquei ali acima)
  • Alterações no paladar

E esses efeitos colaterais são os motivos pelos quais a maioria dos diabéticos acaba pedindo para parar de tomar metformina.

Metformina e Vitamina B12

Segundo o site de saúde britânico Medical News Today, Cerca de 30% das pessoas que tomam metformina a longo prazo sofrem de deficiência de vitamina B-12. Os sintomas podem incluir:

  • fraqueza
  • falta de ar
  • dano no nervo

Primeiro eu vou começar te falando sobre a vitamina B12.

A vitamina B12 é super importante para que tenhamos um sistema nervoso saudável.

As ações da vitamina B12 são principalmente:

  • Melhorar a função cerebral
  • Auxiliar a regular a formação de glóbulos vermelhos no organismo
  • Tem importante papel no alívio da depressão
  • A vitamina B12 atua também no metabolismo das células, principalmente aquelas de replicação rápida. Quem são essas células? Um exemplo são as células do trato gastrintestinal e sistema nervoso.

Porque eu estou falando da vitamina B12? Você já vai entender!

A vitamina B12 chega ao nosso estômago por algum alimento e precisa da presença de ácido, ou seja, o estômago precisa estar ácido para que a retirada dessa vitamina aconteça de maneira adequada.

Com essa informação já podemos fazer uma conexão.

Pacientes que fazem uso constante de medicação antiácida (como a metformina) podem ter a absorção dessa vitamina prejudicada. Isso também vale para qualquer outro medicamento que porventura reduza a acidez estomacal.

Com o envelhecimento também é normal ter a acidez estomacal diminuída, então é possível que idosos tenham a absorção dessa vitamina prejudicada.

A deficiência de vitamina B12 está associada com a anemia, neuropatia e até demência.

Fator intrínseco

O nosso estômago produz um elemento que se chama fator intrínseco.

Você pode estar se perguntando: O que é isso?

O fator intrínseco dá as “mãos” para a vitamina B12 para que ela possa ser absorvida de forma eficaz e segura posteriormente, ou seja, sem o fator intrínseco, a vitamina B 12 não consegue ser absorvida.

A absorção da vitamina B 12 vai acontecer lá no finalzinho do intestino delgado.

Diminuição da vitamina B12

Agora você vai entender por que eu estou falando da vitamina B12!

Os pacientes que utilizam metformina podem apresentar diminuição dos níveis de vitamina B12 e isso começa a ser observado normalmente por volta do 4° mês de uso do remédio.

Deficiência de vitamina 12 é a principal causa de anemia perniciosa entre diabéticos.

Esse remédio pode diminuir os níveis da vitamina B12 em até 30% dos pacientes, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes.

Sintomas da deficiência de vitamina B12

  • Dormência nos membros
  • Dificuldade de memória e concentração
  • Fadiga
  • Falta de energia
  • Tontura ao levantar-se ou fazer esforço
  • Pode interferir indiretamente na perda de massa óssea e futuramente desencadear osteoporose

Onde encontro vitamina B12?

Falando de alimentação, a vitamina B12 tem tudo a ver com o que você come também.

Essa vitamina pode ser encontrada nos seguintes alimentos:

  • Peixes
  • Carnes
  • Ovos
  • Leite e derivados

Não encontramos alimentos fonte de vitamina B12 no reino vegetal, porém, se esta é sua opção de alimentação, somente á base de vegetais, não se desespere.

Existem produtos fortificados com essa vitamina, além disso, existe sempre a opção de suplementos alimentares que são reforços para vitamina e minerais do nosso organismo.

Se este é seu caso, consulte seu médico e seu nutricionista para verificar o que é mais indicado para o seu caso, o que não pode é deixar essa vitamina faltar!

Se você consome os alimentos que eu citei acima regularmente, provavelmente seus níveis estarão em dia, mas para garantir, faça seus exames periódicos!

É importante destacar também que a quantidade de vitamina B12 vai variar de acordo com a idade.

Eu tomo metformina, e agora?

Se você está tomando essa medicação, siga essas instruções!

  • Mantenha a calma!
calma-metformina

Como eu te falei acima, a metformina é uma das principais opções de escolha que os médicos fazem para o controle da glicemia na diabetes.

A gente nunca deve simplesmente parar uma medicação, abandonar um medicamento sem o conhecimento do profissional que nos acompanha, isso pode trazer sérios danos á nossa saúde.

Não precisa de desespero, mas discuta com seu médico, sobre opções menos invasivas para te ajudar a diminuir e até para o uso dessa medicação com a orientação dele.

  • Conversa franca
conversa-franca-médico-metformina

Essa discussão precisa ser franca. Se você está sofrendo com os efeitos colaterais você precisa conversar com ele.

Se você tem algum receio, exponha isso para o profissional que te acompanha, conversem sobre as opções e assim vocês podem juntos traçar um caminho.

  • Faça dosagens de vitamina B12

Como eu te falei acima, a vitamina B12 é fundamental para o bom funcionamento do organismo, então é bem interessante que você mantenha níveis adequados dessa vitamina.

Se o médico não solicitar suplementação de B12, peça que ele inclua no seu próximo check-up.

  • Cuide da alimentação.
alimentação-metformina

O medicamento colabora sim para a diminuição da absorção de B12, mas a sua alimentação também precisa estar em dia para garantir o aporte de nutrientes que seu corpo precisa.

  • Observe seu corpo

Eu te falei sobre os sintomas da deficiência de vitamina B12, então preste atenção nos sinais de que seu corpo está te dando.

Bem meu amigo leitor, não se esqueça que a intenção da medicação é tratar a sua hiperglicemia, então que ter do seu lado aliados nesse processo?

Alternativas naturais para diminuir a sua glicemia no dia-a-dia

Mas como eu posso conseguir os efeitos da metformina sem os efeitos colaterais. Tem mesmo como viver sem essa medicação?

Sim meu amigo, tem sim!

Eu sei que parece uma realidade distante principalmente pela cultura dos remédios, mas a verdade é que dá sim para diminuir essa medicação e abordar o tratamento da sua diabetes de forma natural.

Então, veja essas instruções!

1- Alimentos hipoglicemiantes

farinha-de-maracuja-baixar-glicose

Inclua na sua rotina alimentos que já tiveram o seu poder hipoglicemiante comprovado pela ciência e que de fato vão te ajudar a controlar o excesso de açúcar circulante no sangue.

Alguns alimentos naturalmente hipoglicemiantes são a alcachofra, a farinha de maracujá e a aveia por exemplo.

2- Inclua cogumelos na sua alimentação

cogumelo-baixar glicose

Os cogumelos têm um composto chamado ergosterol que tem a propriedade de auxiliar a diminuir a glicemia.

Para usufruir deste benefício, você pode incluir o champignon fresco na sua alimentação. Isso fica uma delícia nos mais diversos pratos desde assados até saladas.

3- Canela

canela-baixar glicose

A canela é um alimento que tem diversos efeitos positivos na nossa saúde.

Alguns deles são: efeito antimicrobiano, é efetiva contra o crescimento da E. coli e pode ter até efeitos anticancerígenos.

Falando da glicemia, os polifenóis e o cromo são considerados os responsáveis por melhorar a sensibilidade a insulina e consequentemente, melhorar a glicemia.

Os polifenóis presentes na canela tem ainda efeitos antioxidantes e potencializam a ação da insulina, mais uma vez ajudando a diminuir a glicemia e consequentemente na diabetes.

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

4- Inositol

O inositol é um composto derivado do metabolismo da glicose e faz parte do grupo das vitaminas B.

Esse composto pode beneficiar o organismo de diversas maneiras como: manter as células saudáveis, auxiliar a manter o colesterol em níveis adequados, auxiliar a memória e auxiliar o tratamento da diabetes também.

O inositol pode ser suplementado nas doses adequadas para você, se necessário.

5- Berberina

A berberina é um composto extraído daPhellodendron chinense e Rhizoma coptidis. As pesquisas vem mostrando que esse composto auxilia e muito na redução da glicemia.

Seu uso deve ser orientado por um médico.

Bem, alternativas não faltam, não é mesmo?

Basta alinhar tudo bem certinho com os profissionais que te acompanham e partir para a ação.

Vou te fazer um lembrete aqui.

É bem importante você informar aos profissionais que te acompanham sobre qualquer composto novo que você esteja tomando, isso porque ele pode ter efeito na medicação que você toma e pode ser que as doses precisem ser ajustadas, então mantenha sempre a sua equipe médica informada!

Palavra da nutri

Olha quanta coisa bacana descobrimos hoje!

Falamos bastante da vitamina B12, entendemos que essa vitamina é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo e que a alimentação nos oferece diversas fontes dessa vitamina.

Entendemos também que o uso de metformina, que é muito utilizada no tratamento da diabetes, apresenta efeitos colaterais e justamente nos níveis da vitamina B12.

O que fazer em meio a esse empasse?

Estude e tome o conhecimento como uma ferramenta para ter uma vida saudável e sem sofrimento. O que você não pode esquecer é de pedir que seu médico inclua no seu check-up as dosagens de B12.

Essa são as minhas dicas para o seu futuro todo bem!

Todos os dias, eu ofereço mais dicas práticas sobre maneiras para vencer a diabetes no Projeto das Semanas da Saúde Natural. Nele você tema acesso a:

  • Alimentos para incluir na dieta
  • Alimentos para tirar da dieta
  • Novidades científicas do tratamento do diabético
  • Receitas funcionais para diabéticos
  • E muito mais!

Para se inscrever e receber de graça é só clicar no botão aqui embaixo!

Paulo-Santos
Dra. Tainá da S. B. Manzatto

Sou a Tainá, nutricionista formada pelo CEUNSP e pós-graduada na área clínica.
Agora minhas buscas por conhecimento me trouxeram para a Austrália, onde continuo me dedicando a minha paixão por alimentação, saúde e tudo que permeia nossa relação com a comida. A escrita é um amor antigo que me acompanha desde sempre e poder unir as duas coisas é incrível.
Também bailarina clássica, amante de viagens, livros, comida, bom papo e café. Vai ser um prazer dividir conhecimento com vocês!