Preocupado ou ansioso? Aprenda a diferença e como controlar!

You are currently viewing Preocupado ou ansioso? Aprenda a diferença e como controlar!

Só preocupado ou ansioso? Hoje você vai aprender a diferença entre uma simples preocupação e a ansiedade

Mas por que você precisa saber disso? Olha só o que saiu na manchete da revista Veja Saúde: 

Isso significa que segundo as estatísticas, você pode estar sofrendo com a ansiedade e nem sabe disso. 

Então se você anda se sentindo incomodado pelos seus pensamentos, essa carta é para você! 

O que causa essa tal ansiedade? 

A ansiedade pode ser causada por uma porção de fatores, que podem vir sozinhos ou acompanhados de outros. Como por exemplo: 

“Mas só gente fraca tem essas coisas” 

Essa é a maior mentira de todos os tempos! 

Sim ,porque eu já compartilhei um pouco da minha história com a ansiedade para você e posso garantir, eu sou uma mulher forte! A mulher brasileira é historicamente forte e resistente.

Sim porque nossa história não foi fácil. Hoje, cerca de 30% de nós, vive em miséria. Eu vim de família humilde, de mulheres que tem muita garra.  

Mas justamente por essa garra, a preocupação excessiva sempre esteve presente para mim. E essa preocupação com o futuro é um dos principais sintomas da ansiedade. 

Infelizmente, nossa garra e preocupação nos impedem de viver no agora….

Mas no final das contas, até que ponto essa preocupaçãozinha é “normal”?  Me deixe te explicar… 

Quando é só preocupação mesmo? 

Preocupado ou anioso? Bem, a psicóloga Suely explica que: 

“Preocupação é a atenção voltada para algo que demanda algum tipo de cuidado.” 

Por exemplo, se você vai viajar de carro, isso precisa de certa preocupação. Sim, porque você precisa garantir que dormiu direitinho para dirigir, que não tomou bebidas alcoólicas e tudo mais. 

Esse tipo de preocupação que nos faz quere estar preparado é normal e saudável.

Como lidar com uma preocupação de forma mais saudável

Mesmo sendo apenas uma simples preocupação, existem maneiras simples e menos neuróticas de lidar com ela… 

Olha só: 

  1. Separe um espaço de tempo para pensar na questão: Por exemplo no caso da viagem de carro, pense nas tarefas que tem para fazer para sua viagem, podem ser só alguns minutinhos, depois disso esqueça esse assunto. 
  1. Depois de entender o que está te preocupando, encontre o que pode ser feito para solucionar a questão: No exemplo da nossa viagem, seria a listinha com as coisinhas que você tem que fazer.  
  1. Esse hábito de anotar suas preocupações, acalma esses pensamentos repetitivos. 

Mas…

E quando é ansiedade? 

Preocupado ou ansioso… Já não sabe mais?

O que acontece é que a ansiedade não deixa de ser uma preocupação muito forte em relação ao futuro. Em relação ao que vai acontecer. 

“Se acontece em níveis exacerbados, ela pode se tornar patológica. Por isso, há ansiedade comum e o transtorno de ansiedade generalizada”– explica a doutora Suely. 

A ansiedade é um sentimento desagradável que se espalha para reações físicas como: 

  • Aperto ou desconforto no peito 
  • Coração acelerado 
  • Sensação de sufocamento.

Além desses, você também pode experimentar os sintomas em relação ao pensamento como:

  • Angústia e aflição
  • Grande medo.
  • Inquietação.
  • Dificuldade para dormir e insônia.
  • Dificuldade de concentração.
  • Incapacidade de relaxar.
  • Sensação de estar “no limite”

Eu fui diagnosticada com transtorno de ansiedade generalizada, ou seja, eu costumava ter essas sensações no corpo o tempo todo. 

Como eu disse, se preocupar é normal. Agora, se mantar o tempo todo preocupado é perigoso e não é saudável.

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

Sua preocupação, deixa de ser preocupação e se torna ansiedade quando ela está com você o tempo todo ou grande parte do tempo. 

Mas, assim como a preocupação, a ansiedade também é controlável! E aqui estão algumas dicas de como fazer isso!

  1. Diminua estimulantes como: cafeína, açúcar e álcool. Esses alimentos elevam ainda mais a ansiedade; 
  2. Procure respirar para acalmar e interromper o ciclo de ansiedade, você pode usar o exercício de respiração quadra. Parar fazer inspire, prenda o ar, expire e prenda o ar novamente. Você pode repetir essa respiração por 10 vezes quando se sentir ansioso. 
  3. Busque distrações como: uma caminhada, uma música ou uma atividade lúdica para diminuir o episódio de ansiedade;  
  4. Se o problema se tornar patológico, ou seja, se você está se sentindo doente, busque por ajuda médica e psicológica.
  5. Tenha uma alimentação saudável e desintoxicante. A ciência já sabe que a saúda da flora intestinal é uma das principais causas de ansiedade. Nós temos um livro gratuito com vários sucos que são poderosos no detox…

Para baixar o livro gratuitamente, basta clicar no botão aqui embaixo!

Bibliografia

Paulo-Santos
Sobre o Autor

Sou a Estrella! Geminiana e fruto dos anos noventa. Formada em design gráfico pela FMU e aspirante a gestora de conteúdo.
Minha paixão por pesquisa científica sempre foi gigante e como comunicadora tornar o blá blá blá em informação acessível foi uma das muitas coisas que aprendi durante minha carreira. Sendo filha e irmã de profissionais da saúde o bem-estar é tema constante e que aplico no meu dia a dia.