Início Saúde Dor nas juntas! Confira as dicas valiosas da nossa fisioterapeuta para quem...
veja como se livrar da dor nas juntas.

Dor nas juntas! Confira as dicas valiosas da nossa fisioterapeuta para quem sofre com esse problema.

2376

Além de explicar o fenômeno da dor nas juntas, que atinge milhares de pessoas. Como fisioterapeuta, darei dicas imprescindíveis para viver melhor antes, durante e depois da dor.

Posso antecipar que a palavra “Juntas” é um nome popular que na verdade diz respeito a dor nas articulações, que nada mais é que um desconforto físico no local onde dois ou mais ossos se encontram para formar uma “junta”.  

Nesse sentido essa dor por variar entre dores leves e dores muito fortes, aí é que entra a reclamação de muitas pessoas!

Porque a dor nas juntas acontece?

Hoje em dia boa parte da população reclama dessas dores que podem ocorrer em uma ou mais articulações do corpo. Geralmente essa é uma sensação de desconforto e dor. Pode ocorrer com ou sem movimentação da musculatura e pode ser grave o suficiente para limitar o movimento causando uma sensação de queimação e rigidez.

Surpreendentemente essas dores nas juntas podem ocorrer por vários motivos como lesões e até doenças. Entre as doenças que podem causar a dor está uma das mais famosas  é a artrite reumatoide, vou explicar sobre a artrite já já!

Essas dores podem se manifestar nas mãos, pés, joelhos, cotovelos, ombros entre outros locais do corpo. Com essa sensação é de rigidez que comentei mas que também pode se apresentar como sensação de queimação, perda de força, as vezes formigamento e desequilíbrio quando for na região de joelho e pés.

Dor nas juntas é só coisa de idosos?

Inegavelmente o principal afetado é o  idoso, isso por causa dos movimentos repetitivos feitos durante a vida toda, também pelo sedentarismo, tabagismo e má alimentação. No entanto podem atingir as pessoas mais jovens também.

A partir dos 25 anos nossas articulações (juntas) já começam a se desgastar e aí pode aparecer uma lista imensa de problemas.

Nos idosos o tipo mais comum  de dores na juntas é motivo da artrose, ela causa dor principalmente, nos joelhos , quadris, coluna cervical e lombar. Isso leva a uma limitação dos movimentos e afetando as atividades de vida diária.

Não apenas a artrose é uma doença que ataca diretamente as juntas, também é comum sofrer desgastes nessas áreas localizadas entre os ossos por sal causa. Isso é o que nos faz sentir essa dor, inchaço e limitações.

Segundo o Dr. Marcelo Levites, médico da família e coordenador de Longevidade do Hospital 9 de Julho algumas atividades físicas ajudam a tratar os sintomas e reduzir o avanço das doenças causadoras da dor nas juntas.

“Entre os exercícios mais indicados para idosos que precisam fortalecer as articulações estão a hidroginástica, caminhada e pilates. Essas são atividades que podem ajudar a tratar dores fortalecendo a musculatura e o sistemas cardiovascular”

Ele também ressalta a importância do tratamento de acordo com a particularidade de cada pessoa. “É possível que existam diversos fatores desencadeantes que precisam ser analisados na hora de se indicar a opção terapêutica”.

Segundo o Ministério da saúde a artrose afeta 15 milhões de pessoas no Brasil. E a Organização Mundial da Saúde (OMS) coloca a doença em quarta posição entre a que mais  reduz a qualidade de vida na maior idade.

Como prevenir que a dor nas juntas fique crônica?

Existem cuidados para acabar e prevenir as dores nas juntas e também para que esse desgaste não evolua para uma doença no futuro:

Controle de Peso!

Controle o seu peso para aliviar a pressão das juntas.
controle o seu peso para aliviar a pressão das juntas

“Estar acima do peso pode aumentar a pressão sobre as articulações”, afirma o ortopedista Rodrigo Junqueira, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.

Aliás esse aumento de peso altera a forma das pessoas andarem, aumentando as dores. Uma alimentação saudável e exercícios físicos regulares são fundamentais para manter as juntas saudáveis.

Itens para fazer exercício físico e aliviar a dor.
Fazer exercícios não só previne como alivia a dor.

Faça exercícios

Segundo a Reumatologista do Hospital Sírio Libanês Dr. Maria Ângela Do Amaral Gurgel praticar exercícios físicos é essencial para manter as juntas funcionando bem, já que eles ajudam a controlar o excesso de peso e melhorar o equilíbrio. Além de fortalecer os músculos e diminuir a sobrecarga nas juntas o que faz aliviar a dor.

Sua dieta é fundamental para aliviar a dor nas juntas.
Comer bem vai fortalecer suas articulações

Mude sua dieta!

Ingerir alimentos ricos em cálcio e vitamina D, como leite e seus derivados, é importante para manter a densidade óssea elevada, evitando desgastes.

Inclusive, dê uma olhadinha nesse post falando sobre os 5 melhores alimentos para combater a dor!

Descanse seus pés

Cuidado com os sapatos de salto alto, eles podem trazer dores nas articulações.
Cuidado com os sapatos de salto alto!

Uma vez que o sapato de salto alto concentra praticamente todo peso no corpo nos dedos e na ponta do pé, pode causar dores crônicas na região se for usado frequentemente. O salto  também provoca uma mudança em toda parte mecânica do caminhar, alterando o modo como o corpo se equilibra e sobrecarregando algumas articulações.

O sedentarismo é uma das principais causas das dores nas articulações.
Mantenha-se em movimento pra deixar a dor pra trás.

Não fique o tempo todo sentado!

Quanto mais usamos nossas juntas , maior a lubrificação e sua eficiência. Deste modo, pessoas que permanecem muito tempo sentados possuem mais chances de sofrer de dores nas juntas do corpo. A coluna é, ainda, a maior vítima das horar sem se movimentar.  Procure se levantar de tempos em tempos para alongar e caminhar.

Pare de fumar para se livrar da dor nas juntas.
Fumar deixa os osso fracos.

Largue o cigarro!

A fumaça do cigarro diminui sua massa óssea, enfraquecendo suas juntas. Ossos fracos aumentam o risco de lesões. E o tabagismo aumenta a inflamação em seu corpo, que pode causar dores e afetar as juntas.

Alongar-se pode trazer alívio até imediato da dor nas juntas.
Alongue-se mais para prevenir e tratar a dor nas juntas.

Alongue-se com mais frequência!

A maioria das pessoas se alongam um pouco antes ou depois de atividades físicas, mas o alongamento deve ser feito todos os dias. Faça pausas durante o dia para manter seu corpo alongado e flexível.

Faça Massagens!

Relaxar a musculatura é muito bom para aliviar a tensão muscular. Você pode fazer uma automassagem, pedir para alguém te ajudar ou então recorrer a um profissional.

Uma região bastante explorada quando se fala em automassagem é a dos pés é, então descrevi aqui embaixo um passo-a-passo para que você mesmo faça a sua em casa.

Essa automassagem pode ser feita todos os dias!

Dos nas juntas pode ser um indicativo de que?

A dor nas juntas pode ser causada por vários tipos de movimentos mal feitos e lesões.

A artrite reumatóide é uma doença autoimune (condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano) que causa rigidez, inflamação e dor na juntas.

Posso relacionar algumas patologias causadora da dor nas articulações.

Na doença de osteoartrite  aparecem os osteófitos (famosos bicos de papagaio). Dessa forma é que acontece a degeneração da cartilagem de uma junta. É uma das enfermidades mais comuns em adultos com mais de 45 anos.

A dor nas juntas também podem ser causadas pela bursite (inflamação na Bursa). Bursas são bolsas cheias de líquidos que protegem e absorvem o impacto sobre as proeminências ósseas (como a cabeça do úmero e o osso do ombro), permitindo a movimentação livre dos músculos e tendões sobre o osso.

Existem muitas outras causas que podem estar por trás da dor nas juntas, algumas como:

  • Doenças autoimunes – como lúpus é uma doença inflamatória de origem autoimune que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, tais como pele, juntas, rins cérebro entre outros, causando fadiga, febre e dor nas juntas
  • Gota –  também chamada popularmente como reumatismo nos pés, é uma doença inflamatória causada pelo excesso de ácido úrico no sangue, que causa muita dor nas juntas. 
  • Tendinite – Inflamação do tendão que é uma estrutura fibrosa, como uma corda, ele une o músculo ao osso. A inflamação se caracteriza pela presença de dor e inchaço do tendão e pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum no ombro, cotovelo, punho, joelho e tornozelo.
  • Artrite – Geralmente causada por bactérias, mas ocasionalmente por vírus ou fungos que podem se espalhar pela corrente sanguínea ou de uma infecção nas proximidades de uma junta, causando infecção e dor.
  • Tensões ou torções – a tensão é uma lesão (uma ruptura parcial) que danifica a estrutura interna do músculo podendo afetar as juntas. Torções são ligamentos que são alongados até se romperem.
folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

Como aliviar a dor nas juntas?

É importante se exercitar para manter as articulações (juntas) saudáveis. Quando o corpo está ativo, as articulações ficam mais flexíveis e tem suas funções motoras preservadas. Além disso, músculos mais fortes evitam que as juntas se deformem.

A dor nas juntas pode ter diversas causas, desta maneira o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso somente um especialista pode dizer qual medicamento é mais indicado para cada caso, bem como a dosagem correta e duração do tratamento.

A prática de atividade física traz muito alivio para dor nas Juntas, por isso ao iniciar atividade física opte por exercícios de baixo impacto, como natação que  é um ótimo jeito de aumentar o condicionamento das juntas de todo o corpo. Ela trabalha com fortalecimento de grandes grupos musculares sem causar tensão nas juntas, além de condicionar o sistema cardiovascular.

A hidroginástica também provoca os mesmos benefícios justamente porque a água amortece os impactos dos pés com o chão e oferece maior resistência que o ar, a ginástica feita dentro da piscina traz maior gasto calórico sem prejudicar as  juntas.

Quando os exercícios tradicionais se tornam muito difíceis de serem feitos, os exercícios isométricos são uma maneira alternativa de fortalecer o músculo  e proteger as juntas corporais. Esse tipo de exercício consiste em forçar o músculo sem provocar um movimento ou mudança de ângulo nas juntas mais afetadas.

De fato eles podem ser feitos com várias intensidades, que é estabelecida de acordo com a limitações e necessidades de cada paciente.

Os exercícios de baixo impacto também são uma ótima opção. Nesse grupo de atividades estão a caminhada, a dança, subir escadas e pilates. Essa turma de exercícios controla a pressão sanguínea, o colesterol, fortalece o sistema cardiovascular e ainda queima calorias.

Os seus benefícios são incríveis porque as pessoas sofrendo com dores fruto da artrite reumatoide estão mais propensas a desenvolver doenças cardíacas. Além disso são exercícios que retardam a perda de massa óssea que acontece eventualmente por causa do desgaste nas juntas, diminuindo as chances de osteoporose no futuro.

Tai Chi para curar

Essa técnica oriental ajuda os pacientes a chegar em grandes objetivos como:

  • Aumentar o alcance de seu movimentos
  • Ficar com mais flexibilidade
  • Tonificar mais os músculos principalmente das pernas
  • E proporcionar um melhor equilíbrio corporal.

Além disso, ao focar na respiração e na concentração o Tai Chi ajuda e relaxar e esquecer as dores causadas pela doença.

Mais tratamentos

Da mesma forma, em sua casa você pode dar início a atitudes que irão aumentar sua qualidade de vida. Enumerei algumas, bem fáceis que podem te mudar pra melhor rapidamente.

Pomadas – Como por exemplo, o uso de pomadas com arnica! Elas geralmente são de aplicação externa e amenizarão as dores. Essa plantinha é conhecida por ajudar a combater à dor e no tratamento de hematomas na pele. Não apenas a arnica, a canela de velho é ótima para aliviar dores causadas por inflamações.

Então busque por pomadas com esses ingredientes porque elas são as responsáveis pelo alívio de curto e longo prazo.

Gelo – Pode-se aplicar gelo em regiões doloridas por 15min. Protegendo a sua pela com um pano pois o gelo pode queimá-la.

Cuidado com a repetição – Evite atividades repetitivas, isso vai desgastar suas articulações e causar dores. Tenha cuidado ao lavar e estender roupas. No ato de exercícios físicos sempre varie seu movimentos.

Tudo tem limite – Evitar de carregar bolsas pesadas. Mas se não houver jeito veja esse vídeo da Simone Buonafina sobre como levantar peso sem machucar a coluna.

Para pés cansados e doloridos – Mergulhe os pés na água quente (indicado principalmente para artrite) ou mergulhar os pés na agua gelada (indicado principalmente para gota).

Dica do doutor sobre a dor nas juntas!

Para prevenir as dores nas juntas a receita é simples: mexa-se!

Faça seus músculos funcionarem. Os exercícios podem ser leves ou de fortalecimento como o exercício funcional adaptado a fisioterapia que tem como objetivo realizar exercícios de força adaptados as condições de cada paciente. Sempre busque a supervisão de um profissional qualificado.

O alongamento muscular é uma super ferramenta no manejo da dor, mas muitas vezes não há nada como um banho quente para relaxar!

Você está sentindo dor nas juntas? Comente aqui suas principais dúvidas sobre elas!

Paulo-Santos
Dra. Fernanda Dias Sátiro

Sou a Fernanda Dias Sátiro Rocha, tenho 35 anos e sou formada em Fisioterapia e pós graduada em Geriatria e Gerontologia.
Sempre amei a área da saúde e por este motivo que escolhi a Fisioterapia. Tenho adoração por pesquisa científica voltada para o bem estar físico e mental. Será um imenso prazer poder passar todo meu conhecimento e informação sobre os assuntos que fazem parte do seu dia a dia.

Recomendados Para Você:

Comentar com Facebook