Descubra os sintomas ocultos da Epilepsia

Descubra os sintomas ocultos da Epilepsia
Você sabe o que é Epilepsia?

A Epilepsia é uma síndrome que consiste em uma alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro, emitindo sinais incorretos do cérebro para o restante do corpo durante alguns segundos ou poucos minutos.

Os sintomas da Epilepsia que uma pessoa experimenta quando ocorre uma crise depende da área que é afetada do cérebro, se é uma área relacionada aos movimentos musculares do corpo, a pessoa irá vivenciar espasmos e movimentos involuntários por exemplo.

A crise será chamada parcial se a área afetada for restrita a uma parte do cérebro, se envolverem os dois hemisférios cerebrais, generalizada. Por isso, algumas pessoas podem ter sintomas mais ou menos evidentes de epilepsia, não significando que o problema tenha menos importância se a crise for menos aparente.

Quais são as causas da epilepsia

Em muitos casos a causa é desconhecida, mas pode ser que a Epilepsia seja resultado de algumas das causas abaixo:

  • AVC
  • Infecções
  • Lesões no cérebro
  • Febre
  • Stress

É importante ficar atento a duração de uma crise, pois crises que duram mais de cinco minutos caracterizam uma situação de emergência e em um caso desses o paciente precisa de atendimento médico imediato. Para ser caracterizado como epilepsia, é indispensável haver recorrência espontânea das crises com intervalo de no mínimo 24 horas entre elas.

Ouvir a história do paciente e o relato das pessoas que presenciaram a crise também ajuda a determinar o diagnóstico. Além disso, é preciso certificar-se de que não existe nenhum fator precipitante da crise, seja tóxico, seja provocado por alguma outra doença.

O Dr. Drauzio Varella comenta a cerca do tema e os sintomas da Epilepsia:

O que fazer quando uma pessoa tem um ataque?

É de grande importância esperar a crise passar sem fazer movimentos bruscos na pessoa, e afastar objetos que possam machucá-la.

A crise possui começo, meio e fim, e nesse período é preciso proteger a pessoa e esperar. Caso a crise não passe em cinco minutos, deve-se levar a pessoa ao hospital.

Quem tem Epilepsia pode dirigir?

Para que uma pessoa com epilepsia possa dirigir ela precisa estar sem crises há pelo menos um ano.

Pela lei brasileira, o paciente com epilepsia, se estiver em um tratamento regular, tomando o medicamento adequadamente e estiver sem crises, está autorizado a dirigir.

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

O tratamento

O tratamento da epilepsia é indicado apenas a partir da segunda crise.

O uso da medicação tem o objetivo de bloquear as crises, eliminando a atividade anormal do cérebro, a fim de assegurar boa qualidade de vida para o paciente.

O sucesso do tratamento depende fundamentalmente do paciente que precisa fazer uso regular da medicação por algum tempo, não necessariamente por toda a vida. Ele precisa entender sua condição, saber que medicação está usando e quais são seus efeitos colaterais.

Antigamente tinha-se a ideia de que vários medicamentos ao mesmo tempo iriam ajudar na melhora rápida do paciente com epilepsia, porém hoje se sabe que o melhor método é a utilização de somente um medicamento no tratamento.

Achou útil essa informação? Deseja ler mais textos como esse?

Deixe o seu comentário abaixo dizendo o que você achou do conteúdo, e não se esqueça de dizer o que você gostaria de ler no artigo da semana que vem!

Paulo-Santos
Sobre o Autor

Eu me chamo Paulo Santos, tenho 24 anos e sou formado em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo.
Sempre fui apaixonado pela leitura e pela escrita. Justamente por isso escolhi fazer Direito.
Faço parte de uma família de médicos (pais, tios e primos), então o mundo da saúde sempre fez parte da minha vida desde pequeno, e sempre gostei muito de escrever sobre o assunto.
Será um prazer te manter informado sobre o meu mundo!

Deixe uma resposta