Sentir dor na coluna em algum momento da vida é muito comum, mas daí para uma coluna travada é uma distância muito dolorida.

Esse texto vai te mostrar porque a coluna trava e como isso acontece.

O que fazer quando de repente sentir uma dor gigantesca que te impede de sair do lugar ou até mesmo de virar a cabeça?

Qual o melhor tratamento para quando a coluna travar? O que você pode fazer para evitar que a coluna trave?

O que acontece com uma coluna travada

1-O-quecontece-com-uma-coluna-travada

De repente uma dor violenta nas costas e você não consegue se mover ou voltar a posição inicial. O que aconteceu?

Uma coluna travada nada mais é que uma resposta exagerada do corpo.

Qualquer região da coluna pode travar. No entanto as áreas mais comuns são a coluna cervical (pescoço) e a coluna lombar. O lugar menos comum seria no meio das costas, na região torácica.

Coluna travada – Região Torácica (meio das costas)

2-Coluna-travada-Região-Torácica-(meio-das-costas)

A região da coluna torácica geralmente não trava por sofre menos movimentos, mas pode sim acontecer.

Nessa região a dor intensa dificulta a respiração, pois os músculos dessa região fazem o pulmão “se abrir”.

Os músculos se estendem para encher de oxigênio os pulmões que inflam como uma bexiga e abrem as costelas. Se houver alguma contratura muscular a dor impede que essa expansão ocorra.

Pouco depois que me formei em fisioterapia eu mesma, tive um episódio como esse!

Virar o tronco foi o bastante para que eu sentisse uma dor intensa bem no meio das costas. Não só dor como uma enorme dificuldade de respirar. Por sorte (e esforço) só passei por isso uma vez.

Também há pouco tempo atendi um rapaz com hérnia de disco nessa região. Como eu disse é incomum, mas acontece.

Coluna travada – Região Cervical (pescoço)

3-Coluna-travada-Região-Cervical-(pescoço)

Já acordou sem conseguir mover a cabeça para os lados ou para a frente? A esse terror de todo ser vivente nós chamamos de torcicolo.

A coluna travada nessa região do pescoço cria a sensação de que os músculos podem quebrar se você virar e a dor incomoda muito.

O travesseiro pode ser um grande vilão e contribuir para o pescoço travar.

Coluna travada – Região Lombar (cintura)

4-Coluna-travada-Região-Lombar-(cintura)

A coluna lombar realiza muitos movimentos. Esses movimentos merecem sua total atenção enquanto estiverem sendo feitos.

Ao pegar um objeto pesado de forma errada, por exemplo, você pode travar a coluna e se provocar uma lesão, por isso a atenção é importante.

Quem mantém a estabilidade da coluna lombar são os músculos do abdome.

Motivos para a coluna travada

Motivo 1- Tanto no pescoço quanto na lombar, a coluna pode travar por permanecer muito tempo em uma mesma posição.

Motivo2 – Quando você se mantém muito tempo sentado ou deitado de forma errada, sobrecarrega muito a coluna. O “travar” é uma forma que o nosso corpo encontra para se proteger.

Motivo 3 – Um movimento brusco pode parecer uma ameaça e nossas defesas entram em ação. Rapidamente contraímos os músculos que estão ao redor da região que parece estar ameaçada.

Com essa alteração ocorre um processo inflamatório e a dor.

Motivo 4 – A coluna pode travar se houver uma lesão, como a hérnia de disco ou o início dela.

Motivo 5 – A tensão nervosa, o famoso estresse, por mais que as pessoas ignorem isso, é capaz de fazer a coluna travar. Quando estamos sob grande pressão emocional, a mente não entende qual é o real motivo, ela só entende que estamos em perigo.

5-estress-causa-coluna-travada

Controlar o estresse pode prevenir você de uma coluna travada!

O Dr. Luciano Pellegrino escreve em seu site que a coluna travada pode ser a presença de algum problema crônico na coluna, e que aproximadamente 80% das pessoas experimentam dor nas costas durante a vida.

Hérnias de disco

6-hérnias-de-disco

A hérnia de disco, como eu disse, é um dos motivos para uma coluna travada. No entanto ela não aparece de uma hora para outra. O processo para que ela aconteça tem três etapas.

Na primeira há um abaulamento discal: quando os discos começam a apresentar pequenas aberturas nas suas capas (anéis fibrosos que protegem o núcleo do disco).

O abaulamento causa deslocamento do disco. O sistema de defesa já sabe que tem algo errado e faz de tudo para proteger o corpo.

A segunda etapa é a do deslocamento, onde os discos ficam com mais aberturas e atingem o nervo.

Fios descascados! Esse é a comparação que uso para nervos atingidos por deslocamentos dos discos. A situação fica descontrolada e vira primeiro inflamação e

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

depois dor.

A terceira etapa é a hérnia de disco propriamente dita. Nessa fase os discos perdem seu “recheio” e se deslocam sendo comprimidos pelas vértebras.

Durante a primeira fase é difícil sentir qualquer sintoma. Mas durante eles a coluna travada é uma ferramenta de proteção que o corpo usa para reagir ao que está acontecendo.

Portanto, se sua coluna travar é bom procurar um médico para avaliar qual o estado das suas vértebras. Com um diagnóstico precoce, o tratamento e a recuperação serão muito mais fáceis e rápidos.

Os perigos do sedentarismo

7-os-perigos-do-sedentarismO

Como eu disse, assim como os movimentos bruscos, má postura por longos períodos também pode travar a coluna.

A má postura pode travar sua coluna porque os músculos estão tentando compensar a forma como o corpo está posicionado, e com isso ficam cansados.

Essa compensação gera uma tensão ou uma distensão muscular. Isso também pode vir como resultado de exercícios exagerados ou feitos da forma errada.

Por isso quando realizar quaisquer exercícios fique bem atento a sua postura.

Mas não é só na hora dos exercícios. Ficar em alerta para se sentar ou se deitar/levantar também é muito importante.

Eu ensinei o melhor jeito para deitar e levantar na matéria sobre dor no nervo ciático, se você ainda não leu, dá uma olhadinha, isso vai ajudar na saúde de sua coluna.

Quando sua coluna está realmente travada?

Pode aparecer depois de uma noite de sono ou durante uma virada brusca do corpo.

É uma dor aguda e pode desaparecer sem haver necessidade de intervenção médica. Ou a dor pode ser crônica.

A dor crônica é mais “suportável”, no entanto, dura mais tempo. Pode insistir por semanas e até meses, necessitando de tratamento médico.

Tanto a dor aguda quanto a dor crônica podem ter os mesmos sintomas como a queimação e a sensação de choque.

Ambas se espalham para as pernas e\ou para os braços, causando limitação dos movimentos.

Quando a coluna trava não há como se mover. A dor é muito forte. Mas a minha dica é, fique calmo!

O que fazer na hora da coluna travada?

Antes de mais nada saiba que quanto mais tenso o pensamento estiver, mais tensos os músculos vão ficar e enquanto você não se acalmar não vai sair dessa situação.

Como eu já disse, os músculos travam para proteger a coluna. Mas, confia em mim, eles vão destravar. Tenha isso em mente!

Portanto, o passo 1 é: Mantenha a calma! respire fundo e devagar e eles vão se liberando naturalmente.

Passo 2 – Não paralise! Ficar deitado em repouso por longos períodos não é o melhor. Fazendo assim você pode ter mais dor, perder massa e força muscular (atrofia). O repouso relativo é o mais indicado.

Repouso relativo é intercalar momentos deitado, sentado e caminhando.

Passo 3 – Evite carregar peso e fazer movimentos bruscos por alguns dias. Assim que sentir alívio das dores comece a fazer alongamentos leves.

Como ficar melhor depois que a coluna trava?

Massagens

Assim que melhorar, como eu já comentei, comece a praticar alongamentos leves e vá aumentando a intensidade deles. É bom que você encontre uma atividade física regular.

As massagens leves e as compressas quentes para “amolecer” os músculos é fenomenal.

Pomadas

É muito bom que você utilize pomadas analgésicas e anti-inflamatórias, de preferência as de ervas naturais. Se não conhece, aqui no blog tem uma matéria falando das melhores pomadas para dor.

São pomadas com ervas naturais e que possuem um grande poder contra os mais diversos tipos de dor.

Compressas

As compressas são ótimas para o durante e depois da dor. As quentes são as melhores pra esse caso porque relaxam os músculos e aumentam a quantidade de sangue no local que travou diminuindo a inflamação.

Em seu site o Dr. Bruno Fontes afirma que, o uso de gelo ou de calor não traz mal a coluna desde que seja com aplicação moderada.

O Dr. Luciano Pellgrine recomenda as compressas quentes, pois não há muitos estudos sobre o uso de compressas com gelo para a coluna vertebral.

Não esquecendo que ao aplicar a compressa, sempre proteger e respeitar o limite que a pele suporta para evitar queimadura.  Manter a compressa por apenas 15 a 20 minutos.

Meditação

Lembra quando eu comentei que um dos motivos que travam a coluna é o estresse? Uma das formas para controlar o estresse é através a meditação.

Existem muitos estudos que comprovam a eficácia da meditação no controle do estresse.

Basta sentar-se em uma cadeira ou deitar-se em um local tranquilo e prestar atenção em sua respiração. Comece meditando por dez minutos e vá aumentando.

O relaxamento é fantástico.

Osteopatia

8- osteopatia

Essa é uma área de especialização da fisioterapia e está incluída na medicina alternativa.

O tratamento osteopático é muito eficiente na coluna vertebral. Todas as técnicas são realizadas manualmente.

Você passa por avalição para verificar se há lesões, levando em conta o funcionamento de todo o sistema dos músculos e dos ossos.

As fisioterapeutas Thays S. Cupim, Mariana F. Ribeiro, Blenda M. S. Almeida e Fabiana C.  Viana, realizaram um estudo com o título “Os efeitos da osteopatia no tratamento de disfunção na coluna vertebral”.

No estudo todos os participantes apresentaram melhoras na dor.

Entenda que a coluna vertebral sustenta e é responsável pelos movimentos do corpo, além de proteger a medula que é uma continuação do sistema nervoso.

Mantê-la saudável deve ser um dos principais cuidados em busca da qualidade de vida.

Alongamentos

Agora, vou ensinar alguns alongamentos que podem ser realizados em casa para ajudar a manter a saúde da coluna e dos músculos.

Você já ouviu falar da série de Willians?

Essa série de 4 exercícios serve para melhorar e prevenir dores na coluna.

Seu objetivo principal é aumentar os espaços entre uma vértebra e outra, fortalecer a musculatura que dá estabilidade a postura e aliviar dores lombares e das pernas.

Vamos lá!

Primeiro exercício

9-primeiro-exercício

Deite-se com as costas apoiadas em uma superfície dura, com os joelhos dobrados encolha a barriga como se fosse colar o umbigo nas costas, contraindo os músculos do bumbum. Permaneça por 20 segundos e relaxe. Repita esse exercício por 10 vezes.

Segundo exercício

10-segundo-exercício

Mantenha-se na posição do exercício anterior, contraia os músculos do abdome, cruze os braços sobre o peito e levante a cabeça levando o queixo em direção do peito. Mantenha essa posição por 20 segundos. Repita esse exercício por 10 vezes.

Terceiro exercício

11-terceiro-exercício

Na mesma posição dos exercícios anteriores, com os joelhos dobrados levante o joelho direito em direção ao peito e ao mesmo tempo levante a cabeça e os ombros do chão. Alterne a perna direita e depois a esquerda. Mantenha essa posição por 20 segundos. Repita esse exercício por 10 vezes.

Quarto exercício

12-quarto-exercício

Mantendo a posição dos exercícios anteriores, com os joelhos dobrados puxe os dois joelhos em direção ao peito, ao mesmo tempo que levanta a cabeça e os ombros do chão. Mantenha essa posição por 20 segundos. Relaxe. Repita esse exercício por 10 vezes.  

É importante manter a respiração normal, sem prendê-la.

Antes de iniciar o movimento puxe a respiração (inspire). Quando iniciar o movimento, solte o ar (expire). Assim você evita segurar a respiração.

A coluna é o centro do corpo e liga tudo ao cérebro, nossa caixa de máquinas. Cuidar desse centro é fundamental para termos qualidade de vida.

Dica da Fisio

Todos estamos sujeitos a lidar com a coluna travada em algum momento da vida.

Se isso acontece com você, siga os passos que ensinei e lembre que seu sistema de defesa está tentando lhe proteger de algo. Então, dê a você mesmo um tempo para processar o real motivo do que você está enfrentando.

A prevenção ainda é nosso melhor remédio. Mas manter seus músculos fortes, principalmente os músculos do abdome e os paravertebrais, ajuda a manter sua coluna protegida.

Cuide-se com carinho! E conte aqui para mim se você já viveu alguma situação cabeluda com sua coluna!

Paulo-Santos
Dra. Iracema Barbosa

Muito prazer sou a dra. Iracema, fisioterapeuta especializada em gerontologia.
Acredito que o futuro é construído no presente e o nosso futuro vai chegar através do conhecimento aplicado para melhorar a qualidade de vida.
Amo cuidar das pessoas mas meu sonho é ir além do cuidado e te ensinar como se prevenir para viver uma vida saudável e feliz!

Recomendados para você:

capa - carnaval, álcool e diabetes
Você é do time que vai pra folia ou fica em casa? Confira essas 15 dicas das nossa nutricionista para você que é diabético curtir o carnaval sem medo. Complicações como hipoglicemia e pé diabético estão ligadas a essa época do ano.
viciado em analgésicos
O brasileiro sempre corre para se entupir de analgésicos quando tem dor. Por isso entenda porque sentirmos dor e porque você tem que parar de se automedicar agora! Nossa fisioterapeuta separa 5 grandes motivos pra parar de usar analgésicos.
corona-vírus
Tudo que o diabético precisa saber sobre o coronavírus que vem causando medo pelo mundo todo. Já são 40.000 casos e 900 mortes sendo que 10% dos mortos são diabéticos. Receba 24 dicas da nossa nutricionista para o diabético se proteger do vírus.
Comentar com Facebook
Fechar Menu