Depois de acordar com a minha mãe chorando de dor, decidi que precisava achar uma solução, a qualquer custo.

Depois de acordar com a minha mãe chorando de dor, decidi que precisava achar uma solução, a qualquer custo.
artrite-reumatoide-aliviaai

O que eu descobri fez com que a artrite nunca mais a incomodasse.

Olá! Meu nome é Letícia e quero contar a história de como a minha mãe melhorou da artrite e hoje vive sem dores.

É chocante o quanto as medicações podem atrapalhar a sua vida.

Então leia a minha história para ter uma nova esperança, como eu tive!

Tenho certeza de que esse relato vai ajudar muitas outras pessoas que sofrem com as dores, como ela sofria, a melhorarem também.

Ela insistiu para que eu escrevesse contando o seu progresso na internet, já que ela não sabe muito bem mexer com essas coisas, mas tinha muita vontade de contar como se curou das dores.

Só quem já teve a dor te impedindo de fazer o ama sabe como é.

Minha mãe tem artrite faz algum tempo. Ouvia ela reclamar de vez em quando, mas era bem raro.

Ela sempre foi durona, acho que ela queria mostrar para mim e para o meu irmão que era forte, ainda mais porque ela sempre foi a única pessoa com quem nós podíamos contar.  

Eu só fui percebi que ela estava sofrendo de verdade numa noite em que acordei com o choro dela.

eu-e-minha-mãe-artrite-1 (baixa)
Eu e dona Márcia que nessa época só sentia dor do tempo todo.

Era bem baixinho, quase imperceptível, mas como meu sono é leve isso já me fez acordar.

Então eu sabia que esse choro só poderia ter um motivo: dor.

Minha mãe se chama Márcia. Ela tem 49 anos e sempre cuidou de mim e do meu irmão sozinha, depois que nosso pai morreu muito jovem.

Ela sempre foi saudável, cheia de energia e preocupada com a saúde.

Nós fomos criados assim, tudo que comíamos era natural, era essencial, assim como uma rotina de exercícios.

Cresci vendo minha mãe ir várias vezes por semana na academia, e conforme fui ficando mais velha fui acompanhando-a.

Mas tudo mudou quando, há um ano, ela descobriu que tinha artrite.

Foi um choque.

Você sabe de onde vem essa doença?

Na época, a gente não sabia praticamente nada sobre ela, apesar desse nome parecer bem familiar.

Então a família toda começou a pesquisar para entender melhor o que estava acontecendo com a minha mãe, o que estava lhe causando dor.

A artrite reumatoide é uma doença autoimune.

Como em todas as doenças autoimunes, o próprio organismo começa a atacar e destruir células saudáveis.

O que você aprende na escola é que o sistema imunológico tem como função combater ameaças, como vírus e bactérias, que chegam ao nosso corpo.

Então, quando essas ameaças entram no organismo, os anticorpos desempenham sua função e as atacam.

Mas se o sistema imunológico deveria atacar apenas ameaças, por que ele começa a atacar as células que estão bem?

Bom, ele simplesmente confunde essas células com invasores.

Fiquei muito magoada com tamanha injustiça. A gente nunca está preparado para ver quem a gente ama sofrer. Uma pergunta ficava girando na minha cabeça: Por que logo com a minha mãe?

Logo ela, que era tão saudável e que se dedicava tanto a cuidar do corpo. Muitos diziam que ela nem parecia ter a idade que tinha, que parecia ser minha irmã!

O pior é que a gente não tinha uma resposta do porquê disso acontecer. Existem vários palpites, mas nenhum confirma com absoluta certeza o motivo do sistema imunológico se confundir.

Só restava iniciar o tratamento e se conformar com essa falta de sorte.

No caso da artrite, o corpo começa a atacar múltiplas articulações, como mãos, pés, punhos, cotovelos, ombros e joelhos, causando uma inflamação crônica.  

Depois de um tempo de pesquisa vi que essa doença acontece mais com as mulheres, fiquei até pensando que eu podia ser próxima…

Isso supostamente acontece por causa dos hormônios, como o estrogênio que altera nossa imunidade.

Mas não há médicos que tenham 100% de certeza.

A teimosia da minha mãe era tanta, que no início ela ignorou todos os sintomas e não contou nada para nós.

É aquela velha desculpa do “Não é nada não filha”. Aposto que sua mãe faz isso também.

Mas então todas as manhãs ela ficava sem conseguir mexer algumas partes do corpo.

Ela chegava a ficar horas deitada depois de acordar, e começamos a estranhar, porque minha mãe sempre acordou super cedo.

Eu não tinha noção de que a artrite dificulta os movimentos.

Parece que depois de repousar por muito tempo, os músculos se encurtam e dificultam a movimentação.

Por isso acontecia logo que ela acordava.

Ela começou diminuindo os exercícios do nada, eu já achei estranho. Foi ficando mais paradinha e eu percebia que ela estava sempre cansada.

Como ela estava ficando mais velhinha eu achei que era “normal”, mas isso do nada? Eu achava esquisito.

A ficha caiu quando eu vi um inchaço no joelho dela, estava enorme! Eu peguntei:

— Mãe, o que é isso – Quando fui para encostar ela deu um pulinho pra o lado.

Foi aí que percebi que a coisa era séria.

Joelho-artrite

Chamei meu irmão e a gente levou ela para hospital na hora! Foi nesse dia que recebemos o diagnóstico de artrite reumatoide.

Se eu não tivesse prestado atenção, o quadro da minha mãe poderia piorar muito. O médico comentou que nós ajudamos muito, que 80% dos danos nas articulações acontecem nos dois primeiros anos da doença, e esses problemas podem nunca melhorar.

Eu li algumas matérias pra escrever mais bonitinho (risadas)… Li que mais de 2 milhões de brasileiros são afetados por essa artrite, e o pior é que sem os exames, a maioria fica sem saber exatamente o que é a dor que estão sentindo e o tratamento vai sendo adiado.

Fiquei ainda mais assustada quando descobri o que a artrite poderia causar se continuasse se desenvolvendo.

Tinha chances de a minha mãe ter uma modificação da estrutura óssea dos joelhos, fazendo com que fiquem para dentro.

Acho que é uma doença assim tão ruim porque é uma inflamação na verdade né. Uma inflamação das articulações.

Por isso é que a situação vai ficando tão séria, porque essa inflamação se espalha para outros órgãos.

É… porque a artrite reumatoide não fica só pelas juntas, como a gente pensa. Ela irradiando, se espalhando pelo corpo todo.

Quase cai pra trás quando li sobre a tal da pleurisia.

É quando a inflamação vai para o forro que cobre os pulmões, que faz doer até quando a pessoa respira. E daí para o coração é um pulo.

É seríssimo! Um coração pode ter atrite. Dá pra acreditar?

Os vasos sanguíneos também podem inflamar, o que também traz problema para os órgão… Uma bagunça!

Isso tudo descobri recentemente, mas quando eu estava pesquisando pra ajudar minha mãe, o que mais me assustou foi que a artrite aumenta a chance de ter câncer e faz o corpo da pessoa ficar defomado.

Agora imagina! Eu sou uma pessoa que de natureza já é super preocupada. Quando eu vi essa foto aqui embaixo cheguei a ter náusea.

mãos-tortas-artrite

Imagina se as mãos da minha mãe ficam assim?? O que é que eu ia fazer?

Foi aí que lembrei! Logo antes dos exames ela derrubou um copo na cozinha…

E aí liguei os pontos: olha aí a fraqueza e a rigidez que eu li começando!

Depois do diagnóstico, ela começou a tomar os medicamentos a base de corticoide, mas a dor não melhorava de jeito nenhum. Eu estava ficando completamente deseperada.

Nem estava conseguindo dormir direito de preocupação. Ficava pensando que a próxima a ficar doente seria eu mesma!

O médico nos disse para continuar o tratamento certinho, que logo iria passar e nada.

Dava pra ver no rostinho dela.

A dor continuava ali.

Como sempre, dona Márcia aguentando tudo sem reclamar.

Eu fico até emocionada falando disso sabe. Minha mãe é tão guerreira. E eu com tanto medo de não conseguir ajudar.

Eu já estava no meu limite quando escutei o choro dela de noite, levantei e fui correndo pra o quarto.

Ela olhando pra mim com os olhos cheios d’água. Aquela expressão bem forte de quem está com dor sabe.

Só aí que ela desabafou:

“Ô filha… eu não queria preocupar você e o seu irmão… mas tá doendo demais filha! Tô tomando os remédios nos horários certinhos, mas não aguento mais”.

Imagina o quanto isso não esmagou meu coração…

Se você já passou por algo assim, vai saber do que estou falando. Esse sentimento de impotência sabe. De alguém que não sabe o que fazer…

folhas-separação folhas-separação folhas-separação
folhas-separação folhas-separação folhas-separação

Então eu prometi que iria achar uma solução.

E foi o que fiz, não me dei descanso até achar o que algo para ajudar.

Foi nessa época que eu comecei a ler mais sobre os corticoides. Queria saber porque não estava funcionando. “Será que a gente está tomando errado?”

O que acontece é que esse remédios só cuidam do sintoma e por um período bem curto de tempo.

A dor pode até ficar pior com os efeitos colaterais. Porque vai diminuindo o cálcio dos ossos.

O que depois de um tempo causa até osteoporose, porque os ossos vão ficando fraquinhos, meio que esburacados. O que traz dor é claro né e ainda por cima pode causar fraturas.

Outro problema dos corticoides que eles não fazem nada sobre aquelas células que falei que atacam o corpo.

Eles acabam não só atingindo as células doentes, como também as células boas, o que traz uma porção de problemas.

Você pode estar se perguntando é o que eu pensei quando li a pesquisa que dizia isso, não é?

Por que o corticoide é usado para o tratamento, sendo que ele tem o mesmo efeito colateral da doença?

Na artrite reumatoide, as células saudáveis são destruídas… e o que o corticoide faz? causa danos as células boas…

Li a bula e vi os outros efeitos colaterais são: diabetes, agitação, pressão alta, cansaço, diminuição das defesas do corpo (que já estavam sendo atacadas!) e inchaço.

Que loucura isso não é?

Eu consegui uma foto da bula para por aqui, olha só:

bula-corticóide-artrite

Então vi que realmente, a medicação que minha mãe estava tomando não era solução para ela.

Minha precisava de uma resposta nova. Uma ciência nova meu Deus. Uma esperança para nós. Uma novo começo sabe.

Ela precisava de algo natural por que eu não queria mais esses efeitos colaterais todos

E que o corpo começasse a parar de se atacar.

Foi aí que achei uma planta medicinal chamada Miconia Albicans. Já ouviu falar?

A gente já conhece ela, mas como canela de velho. A Miconia estimula as cartilagens que revestem os ossos para que elas se restaurem. Por consequência isso reduz a dor e a inflamação.

Mas é importante prestar atenção no nome científico, já que nem todas a plantas conhecidas como canela de velho são realmente a Miconia Albicans.

Essa ervinha tem uma coisa que descobri se chamar ação antioxidante, que (adivinha?) ajuda a neutralizar os radicais livres, as células malucas do sistema imune que atacam as células boas.

Esse “loucura” das células se chama estresse oxidativo, para você que quer pesquisar mais igual a mim.

As propriedades anti-inflamatórias e compostos fenólicos da Miconia ajudam na recuperação das cartilagens e ossos afetados, assim despert um alívio mais rápido das dores, eliminando o inchaço e a inflamação.

Falei bonito, não é não?

Alguns estudos provaram que essas propriedades estão relacionadas à presença de flavonoides, representando seu efeito antioxidante e compostos triterpênicos (ácido ursólico e ácido oleanólico) apresentando atividade anti-inflamatória não-seletiva por inibição da ciclooxigenase (COX).

Essa parte eu colei do estudo (risadas). Mas deu para entender?

Pensei que poderia simplesmente cultivar a canela-de-velho em casa, mas vi um cientista que disse que não é bom o cultivo em vasos ou jardim, porque essas formas de cultivo não permitem um controle eficiente na produção de compostos orgânicos e as propriedades farmacológicas da canela de velho por causa do clima, solo e por aí vai.

Então se eu plantasse em casa não garantir que essa planta medicinal iria funcionar, ou pior, se iria fazer mal ao invés de bem.

Comecei a procurar então algum produto que tivesse a canela de velho para tratar as dores da minha mãe.

E foi quando encontrei o Alivia Aí

Foi tipo um PLIM! É como se Jesus tivesse enchido um potinho com creme do céus (risadas).

aliviaaí-artrite

Eu conheci por um anúncio. Só por curiosidade eu olhei os ingredientes, não tinha a menor expectativa, foi só curiosidade mesmo.

Mas então eu percebi que além da canela de velho ele tinha mais 6 ingredientes naturais: extrato de limão, lavanda, cipreste, ládano, menta e a arnica.

Eu também tinha visto a maioria desses ingredientes em outras matérias, mas como fiquei mais confiante na Miconia nem tinha dado muita atenção.

Vi que estava em promoção e não pensei suas vezes em testar.

É aquele ditado sobre as coisas que não voltam né: Flecha lançada, palavra dita e oportunidade perdida.

Pra quem já estava cansada de ver a dona Márcia sofrendo, e várias noites sem dormir, eu não iria jamais continuar usando só os remédios que não ajudavam em nada.

Sim, não era só um! Ela tomava vários comprimidos durante o dia.

Encomendei o Alivia Aí e ele chegou depois de dois dias na minha casa.

Não deu outra: depois de um mês de uso, minha mãe já não sentia mais dores!

Foi tão incrível ver que um dia após o outro ela foi voltando a ser aquela mulher cheia de energia, do jeitinho que eu lembrava.

De verdade, eu só tenho a agradecer ao Alivia Aí por ter nos presenteado assim.

Essas aqui embaixo somos nós duas hoje!

eu-e-minha-mãe-artrite-2 (baixa)
eu-e-minha-mãe-artrite-3 (baixa)
Olha só como ela está feliz! Abaixar assim era impossível antes!

Eu sou muito assim, quando algo me faz bem, eu quero contar para as pessoas, e confesso que fiquei muito feliz mesmo quando o pessoal da empresa me deixou contar essa história.

De uma filha meio maluca, mas que ama a mãezinha com todo o coração. (Eu chorei escrevendo essa parte, mas é nosso segredo, certo?)

Até hoje ela continua usando para continuar tratando a artrite mesmo.

Eu só estou aqui me abrindo sobre a história da minha mãe para que você possa também conheça esse produto que pra nós foi uma benção, que devolveu boas noites de sono (pra minha mãe e para mim) e sem rigidez na hora que ela tinha de acordar.

Primeiro eu fiquei com um pouco de vergonha de me expor, mas ela me pediu tanto e no final nós acabamos concordando em compartilhas.

Vou deixar aqui a mesma página que usei para comprar o Alivia Aí, a equipe deles liberou um desconto para quem ler a minha história aproveite essa promoção e teste também (e achei isso o máximo).

Com certeza, você vai ficar tão feliz com os resultados como eu. É o que desejo de coração.